É depressão ou tristeza? Saiba diferenciar

Antigamente a Depressão era vista como doença de gente rica, talvez essa mentalidade tenha surgido, porque se pensava que a pessoa com depressão tinha preguiça de trabalhar, e só quem não precisava trabalhar, no caso os ricos, é que podiam ter depressão. Hoje em dia, graças a Deus, essa mentalidade mudou, porque a depressão é uma doença como outra qualquer. Atinge pessoas de todas as classes sociais e de todas as idades. Por incrível que pareça, crianças podem ter depressão, assim como adolescentes, e infelizmente o número de adolescentes com esse problema tem crescido muito nos últimos tempos.

Embora na depressão a pessoa sinta tristeza, ela é muito diferente da tristeza que sentimos vez ou outra.

A Tristeza é um sentimento normal da vida ante as adversidades, ela tem um motivo, algo que nos aconteceu e que nos entristeceu. Uma tristeza imotivada, isto é, sem motivo, a gente tem que desconfiar que alguma coisa está errada.

A tristeza normal, aparece quando acontece um infortúnio e tende a diminuir, a tristeza na depressão, tende a permanecer constante e tende a voltar de tempo em tempo.

Uma coisa que as pessoas percebem quando estão com depressão, é que a natureza do sentimento está diferente, por exemplo, a pessoa diz: “eu já passei por essa dificuldade antes, eu senti tristeza, mas agora está diferente, é uma tristeza que causa mais sofrimento”. Elas sentem uma estranheza a respeito desse sentimento.

Essas são algumas dicas para gente diferenciar uma tristeza normal de uma depressão. Mas o que vai diferenciar de fato, é o quadro clínico da pessoa, porque depressão é muito mais que tristeza, depressão tem sintomas físicos, sintomas cognitivos, que é o modo da pessoa pensar, desconcentração, baixa autoestima, pessimismo, alterações do sono, do apetite, então, ela é um quadro clínico muito complexo, é uma doença médica muito complexa e pega múltiplos sistemas do nosso corpo.

Depressão está longe de ser só da mente, nem tampouco do cérebro, é uma doença do corpo.

Gostou do artigo. Que tal compartilhar com um amigo ou nas suas redes sociais? Vamos ajudar mais pessoas a identificar os possíveis sintomas da depressão.

Quer fazer sua pergunta para Optimamente Psicologia? Entre em contato conosco.

Psicóloga Simoni Cavazzana

CRP 08/25691

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s